24 de maio de 2017

Glossário criacionista

De maneira simplista, estamos anotando os principais termos utilizados no estudo de criacionismo, bem como suas respectivas definições. Esta lista estará sendo atualizada sempre que for necessária uma melhor definição dos termos, ou com o acréscimo de outros.

Se você quiser nos ajudar, envie sua contribuição para onzedegenesis@gmail.com

Adão: Adão foi o primeiro ser humano criado por Deus. Adão, em hebraico, está relacionado tanto a adamá, solo vermelho ou do barro vermelho, quanto a adom, "vermelho", e dam "sangue". Foi criado do pó da terra e recebeu o fôlego de vida de Deus. O nome de Adão em hebraico (הָֽאָדָם֙) aparece ao longo do Antigo Testamento, sendo traduzido como "homem" ou "humanidade".

Antediluviano: Se refere ao período antes do dilúvio de Noé. Esse período também é conhecido como pré-catastrofismo. Segundo cronologia bíblica o dilúvio teria ocorrido por volta de 4.200 anos atrás.

Bara: Originalmente, este verbo denotava a ideia de "esculpir " ou "recortar",Desta forma, bara' é um termo adequado para descrever tanto ato de criar trazendo a existência como modelar algo material já existente em algo novo, assim como Deus fez quando criou o homem ( Gênesis 1.27 ) a partir do pó da terra. Deus é sempre o sujeito do verbo bara' em sua forma padrão; portanto criar pertence a capacidade divina.

Biomimetismo:  É a engenharia imitando a natureza. São invenções e criações baseadas nos seres vivos. Bio significa vida, e mimetismo significa imitar.

Dilúvio: Do Latim diluvium, “grande enchente, inundação”, refere-se ao evento descrito dos capítulos 6 a 8 do livro de Gênesis. Uma forte chuva de 40 dias e 40 noites caiu sobre a Terra, dizimando a população, exceto Noé e sua família, que embarcam em uma arca construída a partir das orientações do próprio Deus.

Diversificação: Especiação mais variação (isolamento, divergência); por exemplo, os cangurus.

Epistemologia: Epistemologia significa ciência, conhecimento; é o estudo científico que trata dos problemas relacionados com a crença e o conhecimento, sua natureza e limitações. É uma palavra que vem do grego.

Especiação: Produção de uma nova espécie devido à perda da capacidade de cruzamento (por exemplo, musaranhos europeus).

Evidência científica: Resultado obtido a partir do momento em que uma teoria (ou até uma hipótese) é testada objetivamente, em uma experiência feita em um ambiente controlado, passível de ser replicada.

Evolução: Consiste em um conjunto de modificações lentas em direção a um determinado sentido, que remete para um desenvolvimento gradual e progressivo.

Ex nihilo nihil fit: É uma expressão latina que significa "nada surge do nada". Indica um princípio metafísico segundo o qual o ser não pode começar a existir a partir do nada. A frase é atribuída ao filósofo grego Parménides.

Fato: Algo verificado (e reverificado) objetivamente; conhecido como "certeza".

Fixismo: O fixismo propunha na biologia que todas as espécies foram havia sido criadas tal como são por poder divino, e permaneceriam assim, imutáveis, por toda sua existência, sem que jamais ocorressem mudanças significativas na sua descendência

Gênesis: É nome do primeiro livro da Bíblia. É uma derivação da palavra grega Γένεσις, que significa "origem". A Bíblia Hebraica nomeia esse livro com a palavra que inicia a narração: B'reishit (בְּרֵאשִׁית), cujo significado é "No princípio".

Gradualismo: O gradualismo afirma que a evolução ocorre por meio da acumulação de ligeiras modificações ao longo de grandes períodos de tempo. Charles Darwin acreditava que a evolução biológica avançava através de pequenas mudanças graduais, dentro das populações, por meio de uma sucessão de gerações.

Hipótese: Explanação provisória, ainda incompletamente avaliada.

Ideia: Concepção, geralmente sugerida por teoria, podendo virar hipótese.

Lei: Afirmação universal determinística corroborada (por consenso).

Microevolução: Descreve as pequenas modificações que geram variações biológicas limitadas dentro da mesma espécie, e que podem ser observadas tanto na natureza quanto em laboratório. Criacionistas aceitam esse processo, porém o denominam de “diversificação de baixo nível”.

Macroevolução: Geralmente está relacionada à “evolução” acima do nível de espécie. Descreve o suposto surgimento de novas informações, a partir de microevoluções ao longo de inúmeras gerações, que teriam dado origem ao processo de especiação (transformação de uma espécie em outra) e de inovações como órgãos complexos ou novas partes de um organismo. Criacionistas não concordam com essa explicação.

Metafísica: A palavra "metafísica" tem origem grega, e pode ser entendida como aquilo que está além da física, onde metà significa “além de”, “depois de”, e physis significa “física” ou “natureza”.  É um ramo do conhecimento ligado à filosofia, e que busca uma compreensão da essência das coisas, daquilo que faz as coisas serem como são. A metafísica é um ramo da filosofia que estuda os problemas centrais do pensamento filosófico, ou seja, o ser como tal, absoluto, Deus, o mundo, a alma.

Modelo: Formulação verbal ou matemática de uma hipótese.

Naturalismo: Corrente científica que rejeita explicações sobrenaturais para eventos de origem até então não conhecida.

Pecado Original: É o pecado de Adão e Eva no Éden. Se refere à origem da entrada da morte no mundo e a queda do homem. Ruptura da comunhão entre Deus e a raça humana. Também conhecido como "primeiro pecado".

Princípio: Afirmação universal fundada principalmente em lógica e tautologias.

Princípio Antrópico: É a afirmação de que o Universo foi preparado desde o primeiro momento de existência para o aparecimento da vida como um todo e, particularmente, da vida humana. Ele é usado para desenvolver explicações científicas em cosmologia. Originou-se a partir de observações de que a Terra única e perfeitamente atende às exigências da vida, e mais especificamente da vida humana. Antrópico vem da palavra grega άνθρωπος, antropos (homem). 

Teoria: Conhecimento organizado sistematicamente, aplicável a uma ampla variedade de circunstâncias; em particular, um sistema de premissas, princípios, e regras de procedimento
elaborado para analisar, prever, ou descrever a natureza ou comportamento de um determinado conjunto especificado de fenômenos.

Seleção Natural: É o mecanismo evolutivo utilizado para explicar o processo de seleção dos indivíduos mais adaptados (isto é, com maior probabilidade de sobreviver e deixar descendentes) a um determinado ambiente, eliminando aqueles com desvantagens. Criacionistas aceitam esse mecanismo observável.

Subteoria: Teoria subjacente (Quântica, Demográfica, de Especiação).

T.U.C.A: São as iniciais de "Teoria da Ancestralidade Comum Universal". 

Variação: Termo usado para definir as diferenças individuais dentro de uma espécie (por exemplo, cachorro).

0 comentários:

Postar um comentário

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfêmias, alegações fora do contexto, só links ou pura idiotice, não serão publicados. Se pretendes comentar, verifique se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido.