Sobre o Projeto

Ter a capacidade de dar razões coerentes e convincentes sobre o que ou em que se crê, não é uma das tarefas mais fáceis. Apologética trata desta área especificamente. Muitos pensam que ciência e religião deveriam estar totalmente separadas. A verdade é que é impossível separar estas duas áreas do conhecimento humano.

Onze de Gênesis é um projeto criacionista que tem  por objetivo discutir assuntos relacionados ao criacionismo bíblico. Para isso usamos como aliada a ciência em suas mais diversas esferas como apoio de nossas pesquisas e observações.

NOSSA DEFINIÇÃO
Criacionismo é uma estrutura conceitual que adota para o estudo da natureza a possibilidade da existência de um criador. A vida teria sido criada inicialmente complexa, completa e funcional, em tipos básicos de seres vivos dotados do aporte necessário para sofrer diversificação limitada ao longo do tempo.

Criacionismo é a cosmovisão que busca entender a origem do Universo, da Terra e de todos os seres vivos que nela habitam a partir da ação de uma entidade divina.

NOSSOS OBJETIVOS 
I - divulgar evidências resultantes de pesquisas, próprias e de outrem, que apoiem a tese da existência de planejamento, propósito e desígnio em todos os campos da natureza observável, em contraposição à tese do mero acaso mecanicista; divulgar evidências que apoiem a tese de que o mundo físico, incluindo as plantas, os animais e o homem, são o resultado de atos criativos diretos de um Deus pessoal;

III - promover, coordenar e executar atividades editoriais, com publicações, traduções, projetos, programas e ações nas áreas educacional, cultural, científica e tecnológica.

IV - o projeto ONZE DE GÊNESIS adota como norma fundamental a Bíblia, como Palavra de Deus revelada que, por ser no seu todo inspirada, tem todas as suas proposições verdadeiras histórica e cientificamente, da maneira como escritas originalmente.

V - o projeto ONZE DE GÊNESIS defende a tese de que o mundo físico, incluindo as plantas, os animais e o homem, são o resultado de atos criativos diretos de um Deus pessoal. Defendemos que todos os tipos básicos de seres viventes, inclusive o homem, foram criados por atos diretos de Deus;

VI - quaisquer mudanças biológicas ocorridas desde então, somente acarretaram alterações dentro dos tipos básicos originalmente criados; Deus é o criador das espécies originais e defendemos o fato evidente que estas espécies se adaptaram ao meio ambiente;

VII - o Dilúvio descrito no livro de Gênesis foi um fato histórico, universal em sua extensão e efeito;

VIII- o relato da criação especial de Adão e Eva como o primeiro casal de seres humanos, e a sua posterior queda em pecado, é a base para a fé na necessidade de um Salvador para toda a humanidade, de tal maneira que a salvação só pode ser alcançada mediante a aceitação de Jesus Cristo como Salvador.

Atualizado em 10 de Janeiro de 2017

0 comentários:

Postar um comentário

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfêmias, alegações fora do contexto, só links ou pura idiotice, não serão publicados. Se pretendes comentar, verifique se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido.